Search
  • Expo Ensino

Gamificação e inovação nas aulas remotas

Como as técnicas de gamificação podem transformar as suas aulas?





A pandemia acelerou as interações com as telas e as crianças, jovens, pais e professores passaram a ficar entediadas pela restrição de interação ou excesso delas, no ambiente virtual, com todos seus procedimentos e etapas.


O engajamento e motivação dos alunos e professores, precisam ser renovados a cada aula. Cada novo assunto, precisa ser ensinado de forma criativa e compreendido com receptividade.


A estrutura da gamificação, convida os alunos a interagirem com os seus professores e colegas de classe, de forma interativa, em jogos lúdicos, através de situações e desafios, relacionados ao conteúdo que desejamos compartilhar com nossos alunos e a boa noticia é que essa metodologia, pode ser aplicada, em todas as matérias.


Os conteúdos das aulas, podem ter a estrutura adaptada para parecerem um jogo divertido e desafiante. Nesse caso, o conteúdo em si, pode se transformar em uma abordagem nova, e a sua apresentação, parecer mais colorida e conectada com as realidades dos seus alunos, motivando-os a participar dessas novas descobertas e a realizarem mais atividades de maneira divertida e espontânea.


Nesse contexto, a criação de sistemas de pontuação de equipes, na classe, pode motivar as interações entre pequenos grupos e estimular a troca de experiências entre os envolvidos nesse desafio, trabalhando a inteligência emocional de cada um e trazendo novos pontos de avaliação para os professores facilitadores desse processo de aprendizagem remota.


A técnica da gamificação, quando abordada de maneira criativa, torna-se uma aliada se atentarmos, nesses pontos:


  • A proposta precisa ser desafiadora

  • Gerar curiosidade

  • Sair do lugar comum e apresentar possibilidades


Contudo, além disso, é necessário atrair a atenção dos alunos com conteúdo de valor e que façam sentido ao seu universo e contexto.


Caso seu aluno demonstre estar desmotivado por não conseguir fazer conexões dos conteúdos das matérias, precisamos criar pontes e contextualizar as aplicações da ciência no dia a dia de suas interações dentro do ambiente doméstico e familiar.


Dessa forma, o aluno sente-se engajado a explorar e aplicar o conhecimento no seu dia a dia e compartilhá-lo com seus pais e familiares. Os jogos, podem estimular a concentração, a conscientização dos sentimentos, desejo de superação e capacidade de elaborar novos caminhos e estratégias para abordar temas de maneira mais leve e divertida, estimulando a amizade e os talentos únicos de cada aluno de sua turma.


E você está preparado para jogar esse jogo remoto, criativo e desafiador?


Equipe Expo Ensino



1 view0 comments

Recent Posts

See All